MAIS FM
MAIS TV

Crimes contra a vida têm queda de 17% no Rio de Janeiro


Os crimes contra a vida no estado do Rio de Janeiro registraram queda de 17%, entre janeiro e abril de 2022, na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram registradas 1.025 vítimas, o menor valor para o período desde 1991. Os dados foram divulgados hoje (19) pelo Instituto de Segurança Pública do Rio (ISP). Em abril, segundo a pesquisa, ocorreram 265 casos de homicídio doloso, representando menos 13% em relação ao mesmo mês de 2021.

Ainda nos primeiros quatro meses do ano, a letalidade violenta, que inclui homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, roubo seguido de morte e morte por intervenção de agente do estado, registrou 1.455 vítimas, o que significa menos 23% na comparação com o mesmo período do ano passado. Esse é o menor valor para os quatro meses desde 1991, como também para o mês de abril, quando ocorreram 356 casos.

Os roubos seguidos de morte, que são os latrocínios, saíram de 39 casos em 2021 para 16 vítimas neste ano. As mortes por intervenção de agente do estado diminuíram 32% no período, com o registro de 405 mortes no primeiro quadrimestre de 2022. Em abril foram 87 mortes representando queda de 39% em relação ao mês.

Outro indicador que teve redução foi o de roubos de rua, que são roubos a transeunte, em coletivo e de aparelho celular. No primeiro quadrimestre caíram 21%. Ao todo foram 19.348 casos, enquanto no mesmo período de 2021 somaram 24.414. Conforme o ISP, esse é o menor índice para o período desde 2005. Em abril foram 4.849, uma redução de 10% em relação ao mesmo mês em 2021.

Os crimes contra o patrimônio, como os roubos de veículos e os roubos de carga também recuaram no primeiro quadrimestre do ano. Os de veículos somaram 7.741 casos entre janeiro e abril, uma queda de 14%. De acordo com o instituto, o menor valor para o acumulado desde 2012. Somente em abril foram 1.965, redução de 7% em relação ao mês.

Houve recuo ainda no indicador de roubo de carga. Entre janeiro e abril foram 1.379 casos. Em abril somaram 325roubos. Os menores valores para o mês e para o acumulado desde 2013. Em relação ao primeiro quadrimestre de 2021, a queda é 8% e de 18% referente ao mês de abril.

Para o governador do Rio, Cláudio Castro, a continuidade na queda dos números de homicídios e da letalidade violenta é importante também manter a redução nos delitos contra o patrimônio. “Sabemos que os crimes contra o patrimônio causam uma sensação de insegurança na população, por isso a redução dos roubos é tão importante. Investimos e vamos continuar investindo nas nossas polícias, para diminuirmos esses números cada vez mais”.

No entendimento da diretora-presidente do ISP, Marcela Ortiz, os investimentos do estado em segurança pública permitem a queda nos indicadores de criminalidade no estado do Rio. “As constantes reduções expressivas nos índices do estado, que estão acontecendo nos últimos meses, são resultados do investimento na segurança pública e nos servidores das forças de segurança”.

Os dados divulgados pelo ISP são referentes aos registros de ocorrência lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro no mês de abril.



Agência EBC

Praça Bom Jesus passará por revitalização a partir de segunda-feira, 4 | Notícias | Serviços Urbanos
[ad_1] O espaço receberá trabalho de paisagismo, plantios de grama, instalação de bancos e mesas,
1 2 413 414