MAIS FM
MAIS TV

Famílias e estudantes da rede municipal participam do Reconecte, projeto do governo federal | Notícias | Educação


Iniciativa reflete sobre uso da tecnologia que aproxima pessoas no mundo virtual, mas pode afetar vínculos familiares

Nesta semana, 60 famílias participaram do encerramento das turmas do Reconecte, na Escola Municipal Pedro Ludovico Teixeira. O projeto é uma iniciativa do governo federal, realizado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em parceria com a Escola de Pais do Brasil, a Base Aérea de Anápolis e a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação com a participação das escolas da rede municipal.

A iniciativa beneficiará mais de 400 famílias de Anápolis e tem como intuito ressignificar o uso da tecnologia, fazendo dela uma facilitadora nas relações familiares, “reconectando” relacionamentos sociais. “A tecnologia, ao mesmo tempo em que aproxima indivíduos ao redor do mundo, pode também segregar pessoas em um núcleo familiar. Crianças e adolescentes estão cada vez mais conectados no mundo digital e, por sua vez, desconectados dos laços e vínculos que são fundamentais dentro de casa”, comenta Eerizania de Freitas, secretária de Educação.

O programa tem cinco eixos: tecnologia e dignidade humana; responsabilidade digital; tecnologia e saúde; segurança digital; e cultura digital e é realizado em grupos de até 20 famílias por turma, com a participação de pais ou responsáveis acompanhados de filhos de 9 a 14 anos, divididos em quatro oficinas semanais.

“Estamos propondo ações que vão desde a educação nos diversos aspectos da dignidade humana, visando uma reeducação tecnológica, para o fortalecimento das relações sociais reais, em especial a família, promovendo assim um uso dos recursos tecnológicos de maneira inteligente”, explica Francisco Carlos Costa, coordenador da ação em Anápolis.

Para Daniel Celestino, diretor da Secretaria Nacional da Família, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, que esteve presente no evento, o fortalecimento de vínculos familiares é o grande objetivo das ações. “Pensar na família como o local em que podemos atuar com políticas públicas é o que nos move quando identificamos a importância de uma família funcional. Transtornos do mundo moderno, como a ansiedade e a quebra de vínculos causados pelo mundo virtual, devem ser combatidos”, disse.

“Eu aprendi muito com esse curso. Eu até mudei a rotina do meu trabalho para poder ficar mais com a minha filha. Inclusive, ela deixou um pouco o celular, melhorou muito em casa”, avaliou Ana Paulina Marques, mãe da estudante Mariany Marques, do 5º ano da Escola Municipal Pedro Ludovico Teixeira.

Em Anápolis, o programa teve início neste ano com turmas realizadas nas escolas municipais Dona Alexandrina, Jerônimo Vaz e agora, Pedro Ludovico Teixeira. Até setembro, outras 14 turmas serão formadas. A cerimônia desta semana ainda contou com a presença da coordenadora geral do Projeto Reconecte no Brasil, Susy Araújo, e de Felipe Victor Neves, supervisor de desafios sociais da Secretaria Nacional da Família.



Prefeitura de Anapolis

Covid-19: cenário epidemiológico no Rio apresenta estabilidade
[ad_1] O boletim semanal do Panorama Covid-19, divulgado hoje (1º), apresenta um cenário de estabilidade dos indicadores
1 2 414 415