Condições do Daia preocupa empresários.

Reunião ordinária da Associação Comercial e Industrial de Anápolis- ACIA, desta quarta-feira (19), debateu assuntos relacionados ao Distrito Agroindustrial de Anápolis – DAIA.

Os empresários incialmente reclamaram da ausência do Presidente da Codego – Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás, senhor Marcos Cabral, que no último momento desmarcou a sua participação no evento.

Mesmo com a ausência do convidado, houve intenso debate, com reclamações dos empresários apontando os graves problemas de mobilidade, iluminação, a eterna falta de  terrenos para novas industrias.

Foi questionada ainda a utilização da Plataforma Logística que conforme promessa do Governador Ronaldo Caiado seria liberada para a ampliação do Distrito, segundo disse o Gerente do Daia, o empresário Frederico Godoi, presente a reunião tal uso depende de autorização da Assembleia Legislativa de Goiás.

Frederico Godoi, explanou sobre as medidas que estão sendo tomadas para a recuperação do asfalto, iluminação e a questão da água do Distrito, que além das mais de 150 industrias atende a 40 bairros da cidade.

De acordo com o gerente Frederico, as licitações para obras no Distrito já foram feitas e as obras serão iniciadas logo após o termino do período de chuvas.

Os empresários anapolinos teceram críticas ao governo do Estado, por falta de planejamento e a rotatividade dos dirigentes da Codego, sendo informam em um ano, a empresa trocou de diretoria quatro vezes, o que impede o planejamento e a gestão da Companhia.

Read Previous

APÓS ASSEMBLEIA GERAL, CATEGORIA DELIBERA POR DIA “D” DE PARALISAÇÃO

Read Next

O Podemos de Anápolis prepara candidatura própria para Prefeito

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular