SEM LUTA NÃO HÁ VITÓRIA

Aconteceu nesta manhã (07 mai.) no pátio do Centro Administrativo da cidade de Anápolis uma grande paralisação que contou com a união dos sindicatos locais: SindiAnápolis (Sindicatos dos servidores e funcionários públicos municipais), Sinpma (Sindicato dos professores da rede municipal de ensino de Anápolis) e SindiSaúde (Sindicato da Saúde) e também com centenas de servidores, professores e comunidade em geral.

O encontro foi regado de muita força, união e mobilização reivindicando por justiça dentro da máquina pública em relação ao efetivo municipal, e mais respeito para com o servidor. Nossa paralisação teve um foco muito importante que é a luta pelos nossos direitos.

Após a concentração seguimos com uma grande caminhada pelo centro de Anápolis.

Estamos hoje relegados a própria sorte, assistindo de camarote um representante do executivo tratar o funcionário como um inquilino e desmontar aquilo que conquistamos sem dó nem piedade. Hoje vimos o quão é importante estarmos unidos e sentimos o apoio da população com o nosso movimento através de, buzinaço de quem estava de fora da caminhada, pessoas acenando com sinal de positivo e as demonstrações de solidariedade, pois a população percebe que as reivindicações de quem presta serviço para a prefeitura são a deles também. Somos funcionário do povo anapolino e se estamos sendo prejudicados, a população sente o reflexo.

O ato de hoje foi contra o não pagamento da data-base de 2019, cobramos o cartão alimentação (promessa do prefeito há mais de um ano), contra a reforma da previdência e aproveitamos para mostrar nossa indignação contra tantas promessas e acordos feitos pelo prefeito Roberto Naves e que não são cumpridas tratando o servidor como palhaço.

Encerramos nossa caminhada na Praça Americano do Brasil e infelizmente sem nenhuma manifestação de apoio do prefeito em relação às demandas de seus funcionários. Não tivemos nenhum sinal de fumaça de que ele vai olhar com mais carinho para o que é direito nosso e o que percebemos é a falta de preocupação dele em acalmar a situação que está preocupante no município.

A saúde está na UTI, à educação pede socorro, pois estão vendo tudo que já foi conquistado com muita luta ser tomado deles e a centralizada está sufocada por falta de valorização, estrutura digna de trabalho e segurança.

Não paramos por aqui. Se precisar iremos para a rua novamente, paralisando e realizando atos. A luta continua e nossa maior preocupação é servidor.

https://www.facebook.com/1685380658373179/posts/2325646811013224/

Read Previous

Projeto aumenta incentivo à pesquisa científica e gera economia a municípios

Read Next

Reunião ACIA – 05/06/19

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *