MAIS FM
MAIS TV

policiais que fizeram disparos na Cracolândia são identificados


Três policiais civis que fizeram disparos com arma de fogo na Cracolândia, no centro da capital paulista, na última quinta-feira (12), foram identificados. Na ocasião, um homem de 32 anos foi atingido no tórax por um projétil e morreu. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, os policiais se apresentaram voluntariamente ontem (13).

O caso está sendo investigado pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). “A perícia vai apurar se o tiro que causou a morte do homem saiu da arma de um destes policiais e as circunstâncias do fato. A Corregedoria Geral da Polícia Civil de São Paulo também acompanha as investigações”, informou a SSP, em nota.

O homem morreu baleado na Avenida Rio Branco, próximo à Praça Princesa Isabel, onde estavam concentradas pessoas em situação de rua e dependentes de drogas. No dia anterior à morte, na madrugada de quarta-feira (11), agentes da Guarda Civil Metropolitana, funcionários da prefeitura, policiais civis e militares desencadearam uma operação contra o tráfico de drogas na mesma praça.

A operação contou com a participação de 200 policiais civis, 300 policiais militares e 150 guardas civis-metropolitanos.



Agência EBC

Filipinho é tetra e estreante Samuel Pupo vice na etapa Rio Pro da WSL
[ad_1] O paulista de Ubatuba Filipe Toledo, líder do ranking, faturou o tetracampeonato do Rio
1 2 396 397