MAIS FM
MAIS TV

Senado aprova dividir ensino rural entre teoria e prática


O Senado aprovou nesta terça-feira (31) um projeto de lei que permite que estudantes da zona rural tenham seu período letivo dividido entre aulas teóricas em sala de aula e atividades práticas no campo, metodologia conhecida como “pedagogia da alternância”. O texto segue para sanção presidencial.

De acordo com o projeto de lei, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) passa a incluir essa metodologia. A pedagogia da alternância prevê que, durante duas semanas do mês, os jovens aprendam na escola conhecimentos gerais e técnicos voltados para a realidade agrícola. Na quinzena seguinte, os estudantes terão a oportunidade de aplicar esses conhecimentos no campo, geralmente em propriedades familiares ou nos arredores da escola.

Para o relator do projeto, o ex-senador Pedro Chaves (MS), “engessar” as escolas pode resultar em evasão, repetência e exclusão e organizar de forma dinâmica e múltipla a sala de aula é um dos fatores que conduzem à qualidade na educação. Segundo o senador, 270 instituições adotam o modelo no Brasil, atendendo cerca de 17 mil estudantes.

*Com informações da Agência Senado
 



Agência EBC

Prefeitura prorroga validade do concurso dos professores por mais dois anos | Notícias | Educação
[ad_1] Certame realizado em 2019 para preenchimento de 150 vagas já convocou 89 aprovados do
Geladeiras devem exibir hoje nova etiqueta de eficiência energética
[ad_1] A partir de hoje (1º), todos os refrigeradores que chegarem ao comércio brasileiro, fabricados nacionalmente ou
1 2 411 412